Categoria: Condomínios

Convenção Coletiva de Trabalho 2020 – Condomínios

O Secovi Rio firmou a Convenção Coletiva de Trabalho para a categoria de empregados de edifícios residenciais, comerciais e mistos dos municípios de Armação dos Búzios, Arraial do Cabo, Belford Roxo, Cabo Frio, Casimiro de Abreu, Duque de Caxias, Guapimirim, Iguaba Grande, Itaguaí, Japeri, Magé, Nilópolis, Nova Iguaçu, Paracambi, Queimados, Rio das Ostras, Rio de Janeiro, São João de Meriti e São Pedro da Aldeia, com vigência a partir de 1º de abril de 2020.

O percentual de reajuste dos salários ficou estabelecido em 3,30% (três vírgula trinta por cento) sobre o salário vigente em 01 de abril de 2019, com vigência a partir de 01.04.2020.

Os pisos salariais de admissão, que estão fixados na cláusula terceira, são:

a) Porteiro, Porteiro Noturno, Vigia e Zelador: R$ 1.447,75 (um mil, quatrocentos e quarenta e sete reais e setenta e cinco centavos).

b) Servente, Faxineiro e demais empregados da categoria profissional: R$ 1.264,75 (um mil, duzentos e sessenta e quatro reais e setenta e cinco centavos).

c) Guardião de Piscina: R$ 1.415,47 (um mil, quatrocentos e quinze reais e quarenta e sete centavos).

d) Funcionários do setor administrativo de Shoppings e Apart-hotéis: R$ 1.437,77 (um mil, quatrocentos e trinta e sete reais e setenta e sete centavos).

As diferenças salariais advindas da aplicação da Convenção Coletiva de Trabalho serão pagas juntamente com o salário de outubro/2020.

Caso seja de seu interesse, a íntegra desta Convenção Coletiva já está disponível na área restrita do site da Atlântida, www.atlantida-adm.com.br, na opção Leis e Manuais.

Lei nº 9029, de 30 de Setembro de 2020

O governador do Estado do Rio de Janeiro sancionou a Lei nº 9029, de 30 de setembro de 2020, que dispensa a obrigatoriedade da realização de autovistoria em condomínios residenciais e comerciais enquanto perdurar o estado de calamidade pública, estabelecido pelo Decreto nº 46.973, de 16 de março de 2020, e reconhecido pela Lei nº 8.794, de 17 de abril de 2020.

Os efeitos da suspensão a que se refere o artigo anterior não são aplicadas às obras de natureza emergenciais.

Os condomínios que já estiverem realizando a autovistoria deverão suspendê-la e os que ainda não iniciaram deverão realizá-la somente após a decretação do fim do estado de calamidade pública.

Veja a Lei na íntegra

A importância da Previsão Orçamentária em condomínios

Um dos pilares para uma administração transparente e eficaz, a gestão financeira dos recursos do condomínio precisa ser levada a sério pelos responsáveis. Um dos itens mais debatidos nas assembleias, sua realização é crucial para desenvolver um ambiente de confiança e sem imprevistos.

“Quando o condomínio deixa de arrecadar o total da receita programada,  o saldo para honrar todos esses pagamentos pode não ser suficiente. Existem também, despesas ordinárias que não são mensais, como férias, lavagem de caixa d’água, dedetização, o seguro obrigatório, etc.” Alerta Patrícia Mendes, Gerente de Condomínios da Atlântida, ao frisar a importância da previsão na rotina do empreendimento.

Passo a passo

  1. Antes de tudo, é preciso que você tenha um conhecimento vasto sobre o passado financeiro do seu condomínio, para então, entender as necessidades e eventualidades futuras;
  2. Divida as contas: folha de pagamento, manutenção e conservação, contas de consumo, despesas administrativas, material de consumo e gastos diversos;
  3. Projete os índices considerando o que é benfeitoria e o que é manutenção;
  4. Leve à assembleia para aprovação geral, passo fundamental para a relação síndico x condôminos.

Dicas Atlântida

Além do básico, Patrícia contribui com algumas considerações essenciais à previsão, destacando detalhes precisos sobre esse processo:

  • O cálculo que irá definir o valor da cota condominial precisa considerar todas as despesas ordinárias;
  • Além dos reajustes anuais dos contratos de manutenção e folha de pagamento, a inadimplência, quando há, precisa ser computada;
  • As despesas com conserto de vazamentos, reformas e benfeitorias não entram nesse cálculo, pois são de natureza extraordinária. Seu custo, deve ser aprovado em assembleia com pagamento através de cotas extras ou dependendo do caso e previsão na convenção, podem ser pagos com recursos do fundo de reserva ou fundo de obras.

Com a Atlântida, você terá o apoio necessário para gerar uma previsão orçamentária mais acurada. Ao auxiliar na elaboração da previsão do orçamento, o gerente de contas considera as particularidades de cada condomínio e, junto ao síndico, gera uma previsão alinhada com a realidade. Entre em contato e descubra todas as facilidades que oferecemos aos síndicos!

 

Fonte: Atlântida (Patrícia Mendes); Síndiconet.


Warning: html_entity_decode(): charset `ISO-8559-1' not supported, assuming utf-8 in /home/atlantid/public_html/blog/wp-includes/general-template.php on line 3237
1 2 3 84