Categoria: Dicas

Demissão por whatsapp

O uso das redes sociais está cada vez mais freqüente, fazendo-se presente também no ambiente de trabalho, desde horas extras, plantões, conferências, até variadas histórias de rescisão contratual.

A demissão sem justa causa pelo whatsapp tem sido palco de muitas notícias.

Neste artigo vamos conhecer dois casos em que os empregados entraram na justiça por terem sido demitidos pelo aplicativo.

No primeiro caso o juiz do Trabalho substituto Celso Alves Magalhães, da 3ª vara do Trabalho de Uberlândia/MG, negou pedido de indenização por danos morais de um empregado que foi dispensado via mensagens no WhatsApp.

Após ser mandado embora de uma empresa de instalação de ar condicionado, o homem requereu na Justiça ao pagamento de verbas rescisórias e, também, indenização por danos morais, pois o fato ocorreu diante mensagens no aplicativo.

Ao julgar o caso, o juiz entendeu que a dispensa se deu sem o pagamento das verbas devidas e entrega da documentação relativa à rescisão contratual.

Porém, em relação aos danos morais, o magistrado ressaltou que o acontecimento representou meros aborrecimentos cotidianos na rotina de qualquer trabalhador.

“O dano moral pressupõe dor, vexame, sofrimento ou humilhação que, fugindo da normalidade, interfira intensamente no comportamento psicológico do indivíduo, causando-lhe aflição, angústia e desequilíbrio em seu bem-estar.”

Para ele, a dispensa por meio do WhatsApp não gera danos morais, pois o fato não foi exposto à terceiros. E, como o autor já teria cobrado pagamento de salário por meio do aplicativo, o fato “abriu brecha para ser dispensado pela mesma via”.

Julgando, assim, improcedente o pedido de indenização por danos morais.

No segundo caso a juíza da 19ª Vara do Trabalho do Distrito Federal condenou uma empresa do ramo hospitalar a pagar R$ 10 mil (dez mil reais) de indenização por danos morais a uma instrumentadora cirúrgica. Ela foi demitida por meio de um grupo de trabalho no aplicativo whatsapp.

Para a juíza Maria Socorro de Souza Lobo, foi “vexatória” a forma pela qual ela foi demitida, causando sua exposição e submetendo-a a “constrangimentos perante seus colegas”.

Para o consultor empresarial Yuri Trafane, a demissão deve ser feita em um local apropriado. “Faça isso pessoalmente, uma conversa serena, tranqüila, objetiva. Mas, nunca por telefone, email, Whatsapp. Nenhum outro instrumento, nenhuma outra ferramenta é válida”, explica o especialista.

Os cuidados quanto a demitir por whatsapp

Segundo Marco Aurélio Dantas, especialista em Direito do Trabalho, os empregadores precisam ter cuidado com as abordagens através das redes sociais. “A informalidade na demissão por whatsapp e outros aplicativos de comunicação pode ser interpretada como um desrespeito à dignidade humana do trabalhador, ” disse.

Completou ainda que “para diminuir o risco de condenações por dano moral e, conseqüentemente, o custo com indenizações, é recomendável uma conversa pessoal, tranqüila e reservada no momento da demissão.”

Ele alerta para a importância de um cuidado redobrado por parte dos departamentos de RH e empregadores. Além disso, reforça que fazer a demissão em presença física é o melhor modo, mas que se for impossível e o único modo for por algum aplicativo, então que seja evitado a exposição da situação para terceiros, ou seja, jamais fazer a demissão através de um grupo.

Danos em marquises de prédios são comuns; conheça os sinais de problemas

A queda de uma marquise de um prédio os Jardins, zona sul paulistana, nesta quarta-feira, 13, matou um jovem e feriu outro. Danos nessas estruturas, de acordo com especialistas, são comuns e a falta de manutenção em edifícios é uma das principais razões dos acidentes.

“É bem comum e de modo geral é semelhante ao que provavelmente aconteceu: não tem aviso. A marquise em cima não tem caimento, empoça água e a água corrói a armadura. Quando não tem caimento e a marquise é plana, ou inclinada para dentro, fica sempre molhado”, diz Flávio Maranhão, professor da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP). “Do ponto de vista técnico, parece que a marquise que caiu tinha pouco aço. Se depois começar a botar peso, manta asfáltica, enchimento de concreto, tem uma hora que não agüenta.”

O sobrepeso da estrutura é a principal hipótese para a queda da marquise, segundo a seção paulista do Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (Crea). A impermeabilização da estrutura acrescenta Maranhão, precisa ser trocada após alguns anos. “A vida útil da manta asfáltica é menor do que a do concreto. A manta, na manutenção, tem de ser trocada, não colocar outra por cima.” Com o período de chuvas, vale a pena checar se estruturas semelhantes em prédios e casa precisam de reparos. Confira três pontos para averiguar:

Trincas

Caso haja algum tipo de fissura na marquise, é essencial entrar em contato com o responsável técnico pela obra, ou contratar algum engenheiro, para verificar se é preciso fazer algum tipo de reforma ou reparo.

Água acumulada

Verifique se há algum tipo de infiltração na marquise. A água acumulada corrói o material da edificação. Sendo este o caso, é necessário colocar uma nova manta asfáltica. Deve-se remover a impermeabilização anterior, para que não haja acúmulo de peso, o que pode ocasionar a queda da marquise.

Excesso de peso

Colocar equipamentos ou entulhos em cima das marquises pode causar excesso de peso e comprometer a estrutura

Síndico

Caso haja alguma dúvida sobre a manutenção da marquise, o ideal é conversar com o síndico para que ele possa coordenar, junto ao engenheiro responsável técnico, um trabalho de reforma da estrutura.

 

Por que confiar a locação do seu imóvel a uma administradora?

Não é segredo que imóvel vazio significa prejuízo para o proprietário. Por isso, quem tem uma casa ou apartamento disponível deve considerar alugá-lo para gerar uma renda extra e não deixá-lo parado. 

Nestes casos, ter o apoio de uma administradora de imóveis pode fazer uma grande diferença. Ao confiar seu imóvel a uma empresa do ramo, o proprietário tem algumas vantagens que não teria ao cuidar de todo o processo de locação por conta própria.

É aqui que entra nosso trabalho: com 50 anos de atuação na gestão de imóveis residenciais ou não-residenciais, a Atlântida oferece um suporte completo a proprietários e inquilinos, diminuindo dores de cabeça para ambas as partes. Entre os nossos diferenciais, nós destacamos:

  • A divulgação do seu imóvel será feita de maneira ampla e abrangente, nas principais mídias online e offline, como jornais, portais especializados do setor e, é claro, em nosso site.
  • Ajudamos na avaliação do valor do aluguel, com uma análise criteriosa, baseada em pesquisas técnicas do mercado e considerando diversos fatores, como o tipo de imóvel, seu estado de conservação, sua localização, entre outros.
  • Também analisaremos com cuidado os documentos e as garantias locatícia dos candidatos a inquilinos e seus fiadores, garantindo a sua segurança na hora de fechar negócio.
  • Mensalmente, elaboraremos e emitiremos o boleto de cobrança para cada inquilino, possibilitando o controle em relação aos recebimentos de aluguéis e taxas, além de acompanhar os inadimplentes. E o melhor: os inquilinos têm acesso à 2ª via deste boleto diretamente em nosso site.
  • O contrato de locação pode causar muitas dúvidas. Por isso, é nossa responsabilidade a sua formalização e constante revisão e atualização por profissionais especializados.
  • Nossos proprietários também têm total tranquilidade em relação ao estado de conservação dos imóveis na entrada e na saída dos inquilinos, uma vez que cuidados da vistoria, feita de maneira minuciosa.
  • Fazemos nossa prestação de contas mensalmente, com total transparência. Os valores creditados e debitados são discriminados um por um, e o repasse do aluguel é feito até o dia 10 de cada mês.
  • Também colocamos à disposição toda a infraestrutura do nosso Departamento Jurídico, composto por advogados com vasta experiência no mercado imobiliário, e que estão prontos para atender a todas as solicitações de inquilinos e proprietários.
  • Além de tudo isso, nossos clientes ainda contam com o Atlântida Net, uma completa plataforma do mercado que funciona como um site do seu imóvel, onde todas as informações como saldos, extratos, contas a pagar e cadastros são disponibilizadas de forma exclusiva a cada proprietário.

As vantagens de disponibilizar seu imóvel para locação através de uma administradora são muitas! Facilite o seu dia a dia. Conheça as vantagens da locação na Atlântida: atlantida-adm.com.br/locacoes/


Warning: html_entity_decode(): charset `ISO-8559-1' not supported, assuming utf-8 in /home/atlantid/public_html/blog/wp-includes/general-template.php on line 3237
1 2 3 4 59