Imposto de Renda 2019 – o que você precisa saber?

Nesta época do ano, a principal preocupação em relação aos impostos é a declaração do Imposto de Renda. Começa agora, em março, o prazo para a sua entrega, que se estende até as 23h59 de 30 de abril. Quem não entregar neste prazo, terá de pagar uma multa de 1% sobre o imposto devido ao mês.

Em 2019, os contribuintes terão uma semana a menos para entregar a declaração – segundo a Receita, o motivo para a redução do tempo é o carnaval. São esperadas cerca de 30,5 milhões de declarações, cerca de 1 milhão a mais do que no ano anterior.

Para saber se você precisará fazer a declaração, é necessário saber se você se encaixa em pelo menos uma das situações abaixo:

  • Recebeu mais de R$28.559,70 de renda tributável no ano;
  • Ganhou mais de R$40.000,00 isentos, não tributáveis ou tributados na fonte;
  • Teve ganho com a venda de bens;
  • Comprou ou vendeu ações na Bolsa;
  • Recebeu mais de R$142.798,50 em atividade rural ou tem prejuízo rural a ser compensado no ano-calendário de 2018 ou nos próximos anos;
  • Era dono de bens de mais de R$300.000,00;
  • Passou a morar o Brasil em qualquer mês de 2018 e ficou aqui até o dia 31 de dezembro;
  • Vendeu um imóvel e comprou outro em um prazo de 180 dias, usando a isenção do IR no momento da venda.

Vale lembrar que não é necessário se encaixar em todas as categorias listadas, basta preencher apenas um destes requisitos.

Quem tem dependentes, teve gastos com saúde ou escola particular, ou possui empregados domésticos, pode reduzir o imposto a ser pago. Os valores dos descontos são os seguintes:

  • Dedução por dependente: R$2.275,08;
  • Despesas com educação: R$3.561,50;
  • Desconto com empregados domésticos (limitado a um por declaração): R$1.200,32;
  • Despesas com saúde: não há limites.

Existem 3 formas possível para o preenchimento e entrega da declaração. São elas:

  • Através do programa do IR 2019 para computadores, que você pode fazer o download aqui;
  • Em tablets ou celulares, com o app “Meu Imposto de Renda”, disponível para Android e iOS;
  • No site da Receita, para quem já possui o Certificado Digital, acessando o serviço “Meu Imposto de Renda”.

A expectativa da Receita é que pelo menos 700 mil declarações sejam feitas através dos aplicativos, dobrando o uso se comparado ao ano passado.

Entre as novidades do IR 2019 está a exigência de CPF para todos os dependentes, independente de sua idade. Até o ano passado, o documento era exigido apenas para maiores de 8 anos.

 

Deixe seu comentário:

Seu comentário*

Seu nome: *
Seu site: