Por que cuidar e preservar as áreas comuns dos condomínios?

 

Quando pensamos em valorizar nosso imóvel, a primeira coisa que vem à cabeça é fazer melhorias na parte interna da unidade. Pintar paredes, trocar o piso, caprichar na decoração… tudo isso pode, realmente, fazer uma grande diferença no valor da casa ou apartamento. 

Porém, não podemos esquecer que a parte externa também é de grande importância. Sendo assim, cuidar das áreas comuns do prédio ou condomínio é essencial, e deve ser um esforço coletivo de moradores e síndicos. Os gestores dos condomínios devem se preocupar com as manutenções necessárias para que tudo esteja em perfeita ordem, assim como as reformas para consertos e embelezamento das estruturas. Já os condôminos devem ter em mente quão importante é manter tudo em ordem, zelando e cuidando dos espaços comuns, não danificando-os e instruindo para que ninguém o faça.

Podemos citar várias vantagens da preservação das áreas comuns que vão além da valorização do empreendimento e, consequentemente, das unidades. A longo prazo, esse cuidado pode trazer uma grande economia para o caixa do condomínio, pois, ao se programar para realizar as manutenções periódicas, evita-se o aparecimento de problemas maiores e mais dispendiosos.

Algumas dicas básicas podem ajudar o síndico a garantir essa manutenção eficiente, como:

  • Antes de fechar qualquer orçamento, os responsáveis pela gestão devem pesquisar sobre as empresas que fornecem os serviços necessários. O preço é parte importante, mas não pode ser o único ponto elevado em consideração. Ao decidir qual empresa será escolhida para realizar o serviço, busque saber mais sobre os materiais que cada uma utiliza e sobre a qualidade do serviço.

  • Ao montar um cronograma com todas as manutenções periódicas do condomínio, o síndico pode programar melhor o seu orçamento, além de criar um fundo de reserva para possíveis imprevistos. Para isso, ele pode utilizar os anos anteriores como base de previsão.

  • Cada equipamento e cada área do condomínio devem ser monitoradas de acordo com a periodicidade da sua manutenção. Fachadas, por exemplo, devem receber cuidados a cada 5 anos. As áreas de lazer, como os parquinhos e playgrounds, dependem das recomendações de cada fabricante de brinquedos. Salões, churrasqueiras, academias e quadras devem ser verificados, pelo menos, a cada mês.

Seguindo estes cuidados, manter as áreas comuns do condomínio em bom estado ficará muito mais fácil e tranquilo, gastando menos dinheiro e valorizando os imóveis.

Deixe seu comentário:

Seu comentário*

Seu nome: *
Seu site: