Tag: Condomínio

Dúvidas na administração do condomínio? Conheça o Manual do Síndico!

Pode-se comparar a administração de um condomínio hoje em dia com a de uma pequena empresa. São muitos os cuidados que o síndico deve tomar para que a gestão ocorra dentro da lei e sem muita dor de cabeça. 

Com o propósito de facilitar a sua gestão, viemos falar sobre o Manual do Síndico, um guia contendo diversas dicas e informações importantes para administração de seu condomínio. Atualmente é preciso ter uma gestão muito profissional, pois cada vez mais, é exigido maior conhecimento e responsabilidade nessa função. 

Para ser um bom síndico é preciso sempre saber ouvir as reclamações dos condôminos, ser político, humilde, bom comunicador. E, principalmente, ser um bom líder.

Separamos algumas dicas para que o síndico possa consultar em caso de dúvida, porém, é sempre bom lembrar que os desafios vão muito além dos aqui listados. Por isso, além de consultar esse guia, não deixe também de recorrer ao seu gerente de contas para que seu condomínio possa contar com a qualidade e segurança da assessoria de nossos profissionais especializados.

Para conferir nossas dicas, acesse aqui, e confira o Manual que preparamos para que sua gestão seja um sucesso. 

 

Proteja-se de situações inusitadas, conheça a Garantia Cota Condominal

Todos estamos sujeitos a imprevistos em nosso dia a dia. Por isso, é essencial que estejamos preparados para lidar com estas adversidades.

Neste contexto, viemos falar sobre o Seguro Garantia Cota Condominial. Este seguro tem o objetivo de garantir o pagamento da taxa condominial em situações inesperadas, como morte, invalidez permanente por acidente ou doença, ou perda de renda por desemprego involuntário.

Mas, por que contratar este seguro?

É simples! Por apenas R$10,80 por mês – ou apenas R$0,36 por dia, o condômino garante, por um prazo de até 6 meses a partir da ocorrência de sinistro, o pagamento de suas obrigações ordinárias e extraordinárias com o condomínio, limitadas a R$1.600,00 por mês. Estes valores serão repassados diretamente ao condomínio pela seguradora todos os meses, incluindo os eventuais reajustes.

 Em adição, você ainda garante cobertura em caso de desemprego involuntário. Estarão garantidos os segurados que possuam vínculo empregatício e que comprovem estar trabalhando no mínimo há um ano contínuo. O sinistro se caracterizará a partir do 31º dia de desemprego. A indenização será o pagamento de até 3 (três) cotas condominiais consecutivas, limitadas a R$ 800,00 (oitocentos reais) ao mês, caso o segurado permaneça desempregado durante o período indenitário.

Este seguro é renovado mensalmente e é opcional, e sua vigência se inicia no primeiro dia do mês seguinte ao pagamento do valor. O período de carência em caso de sinistro é de 02 (dois) meses, após esse período, o segurado estará totalmente coberto! Caso, o segurado deixe de pagar o valor do seguro por 03 (três) meses consecutivos, este retornando à apólice deverá cumprir uma nova carência de 02 meses.

O Seguro Garantia Cota Condominial é de grande importância para quem estiver procurando uma forma de se proteger em momentos difíceis, especialmente no momento economicamente delicado que vivemos atualmente.

 Para aderir ao seguro ou obter maiores detalhes e condições, acesse aqui e preencha o formulário de adesão ou solicite a inclusão ao nosso Setor de Cobrança pelo telefone 2277-9696 ou através do e-mail: cobranca@atlantida-adm.com.br (informar condomínio, unidade e CPF).

Dia do Porteiro – saiba mais sobre a profissão

O porteiro é uma função muito antiga e tradicional, presente na maioria dos prédios, tanto residenciais, como comerciais. Sobre essa profissão, a história dela e suas obrigações falaremos na matéria de hoje. Continue lendo e aprenda um pouco mais sobre esse serviço.

É a pessoa responsável pela portaria (e diversos outros postos), ficando na entrada de um estabelecimento, recepcionando pessoas e protegendo o lugar, além de controlar o que e quem entra e sai do local, muitas vezes exercendo todas as funções sem o apoio de nenhum colega.

Além disso, ele é o responsável por vigiar os espaços comuns e dependências do prédio, fiscalizando os movimentos de quem frequenta o condomínio, ou seja, o fluxo do prédio, e impedindo, por exemplo, roubos e outras transgressões diversas.

Em suma, são eles que zelam pela segurança das pessoas, do patrimônio e pela obediência das normas do prédio, controlando a movimentação e o acesso aos ambientes (restritos ou não). Também fiscalizam cargas e mercadorias que chegam, controlando-as.

A palavra (francesa) concierge também é usada para designar a função do porteiro, além de ser também, em hotéis, aquela pessoa encarregada de orientar os hóspedes sobre o lugar e dúvidas diversas que possam ter.

Essa respeitável profissão, pertencente, na Classificação Brasileira de Ocupações, à classe 5174 (porteiros e vigias), é celebrada no dia 9 de junho. Sendo o cartão de visitas de condomínio, essencial para o bom funcionamento e segurança dele, deve ser sempre respeitado.

Como concilia muitas funções, várias já mencionadas anteriormente, elas serão separadas por tópicos, de forma simplificada, a seguir. O porteiro é quem:

  • Fiscaliza a entrada e saída de pessoas e objetos (encomendas) no saguão de entrada, elevadores, corredores, garagens e pátios;
  • Recebe e encaminha as correspondências e encomendas de pequeno porte;
  • Acende e apaga as luzes do edifício, conforme horários determinados e/ou necessidade;
  • Opera interfones e acompanhar as câmeras, quando houverem.

Esperamos que você tenha gostado de conhecer um pouco mais sobre essa antiga profissão e, dessa forma, ajude o síndico e o porteiro de seu prédio no melhor desenvolvimento de suas funções. Compartilhe esse post com eles. #FicaADica 😉